Doe Sangue
Doe
Sangue
Menu

Doação de Orgãos

Este espaço traz informações sobre doação de órgãos na Santa Casa. Aqui você pode esclarecer suas dúvidas sobre doações de órgãos e saber onde você pode doar na Santa Casa.

 

Como devo expressar o desejo de doar meus órgãos?

É preciso comunicar a sua família esta decisão e deixar claro o seu desejo em ser doador. Isto porque a família é que decide sobre a doação.

 

Como é a Lei de Transplantes?

A legislação em vigor determina que a família será a responsável pela decisão final, não tendo mais valor a informação de doador ou não doador de órgãos, registrada no documento de identidade.

Doador Vivo: A pessoa maior de idade e capaz juridicamente pode doar órgãos a seus familiares. No caso de doador vivo não aparentado é exigida autorização judicial prévia.

 

Sistema Nacional de Transplante: Criado para dar maior controle e organização às atividades, o transplante de órgãos/tecidos só pode ser realizado pelos estabelecimentos de saúde previamente autorizados pelo Gestor Nacional do Ministério da Saúde.

 

Cadastros Técnicos: Foi instituída a Lista Única de Receptores, com vários cadastros separados por órgãos, tipos sanguíneos e outras especificações.

Estes apresentam uma ordem seguida com total rigor e controlada pela Secretaria de Saúde.


 

Quais órgãos/tecidos podem ser obtidos de um doador vivo?

Um dos rins, parte do fígado, parte da medula e parte dos pulmões.

 

Quem pode doar em vida?

O médico deverá avaliar a história clínica da pessoa e as doenças prévias. A compatibilidade sanguínea é primordial em todos os casos.

Há também testes especiais para selecionar o doador que apresenta maior chance de sucesso.

 

Quais os órgãos/tecidos que podem ser obtidos de um doador não vivo?

Órgãos: rins, coração, pulmão, pâncreas, fígado e intestino.
Tecidos: córneas, válvulas, ossos, músculos, tendões, pele, veias e artérias.

 

 

Quem recebe os órgãos/tecidos doados?

Após efetivada a doação a Central de Transplantes do Estado é comunicada e através do seu registro de listas de espera seleciona seus receptores mais compatíveis.

 

 

Quem é o potencial doador não vivo?

São pacientes assistidos em UTI com quadro de morte encefálica, ou seja, morte das células do Sistema Nervoso Central, que determina a interrupção da irrigação sangüínea ao cérebro, é incompatível com a vida, irreversível e definitivo.

 

Após a doação o corpo fica deformado?

Não, de modo algum. A retirada dos órgãos é uma cirurgia como qualquer outra realizada com todos os cuidados de reconstituição, o que também é obrigatório por lei.

 

 

MORTE ENCEFÁLICA

 

O que é morte encefálica?

É a morte do cérebro, incluindo tronco cerebral que desempenha funções vitais como controle da respiração. Quando isso ocorre, a parada cardíaca é inevitável.

 

Embora ainda haja batimentos cardíacos, a pessoa com morte cerebral não pode respirar sem os aparelhos e o coração não baterá por mais de algumas poucas horas.

 

Por isso, a morte encefálica já caracteriza a morte do indivíduo.

 

Morte encefálica é o mesmo de coma?

 

Não, a morte encefálica é diferente do coma. No coma, as células cerebrais continuam vivam, executando suas funções; o que ocorre é uma falha de integração entre o indivíduo e tudo que o rodeia. Na morte encefálica, as células nervosas estão sendo rapidamente destruídas, o que é irreversível.

 

 

PROTOCOLO DE DOAÇÃO

 

Rotina de condutas a serem tomadas após constatação da existência de um potencial doador de orgãos:

 

Após o primeiro exame clínico (protocolo de Morte Encefálica – ME), realizado pelo médico intensivista e/ou neurologista sugerindo a ME, avisar a Central de Transplantes POA (28) 2101-2121, e Comissão Intra-Hospitalar de Captação de Órgãos e Tecidos da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, CIHDOTT/SCMCI, para que ambas possam organizar-se de acordo com suas respectivas rotinas.

 

A CIHDOTT/SCMCI é formada:

 

Cristiane Bittencourt Felicio Enfª Coordenadora da CIHDOTT
Alzimara Hermely de Almeida Freitas Médica
Rafael Salgado Médico
Vera Lúcia Batista Coelho Assistente Social
Letícia Teixeira Corrêa Fisioterapeuta
Beatriz Rivieri Colodete Enfermeira
Érica Lemos Alves Enfermeira
Camila de Castro Cardozo Giro Assistente administrativa

 

A CIHDOTT deverá ser avisada de desde o início do processo.

 

O médico intensivista dará início aos exames básicos do protocolo desde que haja um indicativo de potencial doador e procederá a anamnese básica junto à família, visando identificar critérios excludentes para doação.

 

Caberá ao médico plantonista ou enfermeiro da UTI fazer OBRIGATORIAMENTE a notificação de qualquer ME para a CIHDOTT/SCMCI e à Central de Transplantes, fornecendo dados por eles solicitados.

 

Se há condições favoráveis à doação, solicitar: hemograma com plaquetas, tipagem ABO e Rh; uréia, creatinina e eletrólitos; TGO, TGP, F Alcalina, bilirrubinas, gama GT (fígado), G. Arterial com FIO2= 1,* com Peep e 5cm de água, Rx de Tórax (pulmão); ECG e, se acima de 50 anos, ecocardiograma (coração).

 

Após o segundo exame clínico, realizado seis horas (no caso de adultos e com intervalo diferenciado em crianças abaixo de dois anos) após o primeiro exame, o intensivista aplicará o protocolo de manutenção do doador (vide protocolo de manutenção de potencial doador de órgãos), enquanto a CIHDOTT/SCMCI iniciará as rotinas de captação (localizar família, marcar horários, etc).

 

O Protocolo de ME deverá ser preenchido e assinado pelo intensivista e neurologista (este obrigatoriamente deve realizar um dos testes, não importando a ordem dos mesmos) após os dois exames clínicos em um intervalo de seis horas.

 

Para maiores esclarecimentos ligue para nossa equipe

 

CIHDOTT Santa Casa

28 2101-2121

Telefone 28 2101-2121

 

Endereço Rua Dr. Raulino de Oliveira, 67

Centro - Cachoeiro de Itapemirim - ES

CEP 29300-150

 

Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim

 

 

Mais informações?

Cadastre seu nome, cidade e e-mail nos campos abaixo e receba notícias sobre a Santa Casa

 

Copyright © 2017 Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro. Todos os direitos reservados.