Doe Sangue
Doe
Sangue
Menu

Fala, Doutor!

A coluna Fala, Doutor! é um canal entre a instituição e você.

O nosso objetivo é orienta-lo para promoção de saúde e qualidade de vida, portanto participe enviando suas dúvidas que estaremos selecionando e respondendo com o auxílio de nossos médicos especialistas.

Doação de órgãos: mitos e verdades

Por

 

 

 

No dia 27 de setembro é celebrado o Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. O principal objetivo da data é a conscientização sobre a importância de ser doador de órgãos e assim ajudar a salvar vidas. Para esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto, entrevistamos a enfermeira Beatriz Rivieri Colodette, coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro.

1 - O que é morte encefálica e quais os órgãos pode ser doado?

A morte encefálica é a completa e irreversível parada de todas as funções do cérebro. De acordo com o Ministério da Saúde, os órgãos que podem ser transplantados são o coração, o fígado, o pâncreas, os rins e os pulmões. Tecidos e células, como córneas, válvulas do coração, ossos, pele, sangue, medula óssea e cartilagens também podem ser doados.

2 - Como funciona a lista de espera para um órgão? É possível escolher para quem vai o órgão captado?

Não. Existe uma fila de espera onde há uma central responsável, que irá avaliar as condições e compatibilidade do doador e receptor.

3 - Após a retirada do órgão o corpo fica deformado?

 Não, ficará com uma incisão cirúrgica como qualquer outra cirurgia.

4 - Apesar das campanhas de conscientização, por que a recusa nas doações ainda é grande?

Por desconhecer o desejo do doador e tempo de espera, pois é um processo longo da abertura do protocolo, consentimento familiar, para assim disponibilizar uma equipe para vir captar, em alguns casos, a equipe é até de outro estado. Então demora um pouco e não podemos estimar um tempo, por isso muitos não desejam prolongar o sofrimento.

5 - Como está a lista de espera hoje?

Atualmente a lista é a seguinte: Coração: 04 Pacientes, Fígado: 37 Pacientes, Córnea: 80 Pacientes. Rins: 819 Pacientes

6 - Um doador pode beneficiar até quantas pessoas?

Dependendo do caso ele pode salvar até 10 vidas.

7 - O que precisa para ser um doador de órgãos?

É muito importante todos saberem que a vontade de doar não fica escrita em documentos, como carteira de motorista. Na verdade, quem quer ser um doador deve deixar o desejo explícito para sua família. Afinal, eles são os únicos que podem autorizar a retirada dos órgãos. O transplante pode salvar vidas, no caso de órgãos vitais como o coração, ou devolver a qualidade de vida, quando o órgão transplantado não é vital, como os rins. A doação de órgãos não deforma o corpo. 

 

 

 

Enfermeira Beatriz Rivieri Colodette, coordenadora da CIHDOTT

 

 

Comentários


Telefone 28 2101-2121

Endereço Rua Dr. Raulino de Oliveira, 67
Centro - Cachoeiro de Itapemirim - ES
CEP 29300-150

 

 

Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim

 

Vagas para deficientes

VAGAS PARA DEFICIENTES
A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim está com seleção para Contratação de PCD (Pessoas com Deficiência) e /ou reabilitados o INSS. Basta procurar o Setor de Recursos Humanos do Hospital, localizado na Rua Dr. Raulino de Oliveira, 71, Centro, ou cadastra currículo pelo site. Mais informações pelo telefone 28 2102-2121.

Mais informações?

Cadastre seu nome, cidade e e-mail nos campos abaixo e receba notícias sobre a Santa Casa

Copyright © Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro. Todos os direitos reservados.