Doe Sangue
Doe
Sangue
Menu

Pergunte ao Especialista

A coluna pergunte ao especialista é um canal entre a instituição e você.

O nosso objetivo é orienta-lo para promoção de saúde e qualidade de vida, portanto participe enviando suas dúvidas que estaremos selecionando e respondendo com o auxílio de nossos médicos especialistas.

 

Traumatologia bucomaxilofacial

 

 

 

 

Formado em Odontologia com pós-graduação realizada em ambiente hospitalar, o cirurgião bucomaxilofacial realiza cirurgias faciais, principalmente na parte da boca, maxilar e mandíbula. A Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro possui em seu corpo clínico, a especialista na área Dra. Carolina Bezerra de Menezes Carvalho, que explica abaixo, os principais traumas nessas regiões e os cuidados que o paciente precisa ter.

 

1. Quais são os traumas mais comuns e suas causas?

 

Entre os traumas faciais mais comuns estão os danos aos tecidos moles (lacerações, escoriações e contusões), fraturas do terço médio da face (ossos nasal, zigomático e maxilar) e do terço inferior da face (mandíbula e complexo dentoalveolar). Os acidentes com veículos automotores e as agressões físicas são as principais causas, com maior ocorrência nos adultos jovens do sexo masculino.

 

2. Principais sintomas do paciente traumatizado?

 

Dor, má oclusão, assimetria facial, edema, hematoma, dormência, dificuldade em abrir e fechar a boca e alterações visuais.

 

3. Quais as possíveis consequências/complicações de lesões faciais? 

 

As lesões faciais podem causar desde injúrias graves, que ameaçam a vida, até alterações funcionais e estéticas. Os impactos psicológicos e econômicos também são muito importantes. Fratura parassinfisária bilateral de mandíbula, hemorragias, deformidades faciais e lesões oculares são alguns exemplos.

 

4. Qual o papel do cirurgião bucomaxilofacial nesse contexto?

 

O profissional bucomaxilofacial possui competências para tratar as lesões faciais e restabelecer as funções e a estética. O atendimento ocorre principalmente em prontos-socorros e ambulatórios de hospitais referências em urgência e emergência de traumas, onde são realizados os primeiros atendimentos e os procedimentos cirúrgicos necessários.

Grande parte dos casos ocorre em pacientes politraumatizados com traumas cranianos associados, que requerem cuidados de equipes multidisciplinares formadas por médicos, odontólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e outros. O cirurgião bucomaxilofacial também faz atendimentos ambulatoriais, realizando acompanhamento pós-operatório e o tratamento dos casos de menor complexidade.

 

5. Quais são as recomendações para a recuperação de quem sofreu uma lesão facial?

 

É importante ressaltar que quando ocorre um trauma facial o atendimento deve ser logo procurado, pois no transcorrer dos dias e semanas há o risco de ocorrerem sequelas que dificultam e até mesmo inviabilizam o tratamento cirúrgico.

As recomendações são feitas de acordo com o tipo de trauma ocorrido. De forma geral recomenda-se repouso, alimentação líquida ou pastosa, compressas frias no local, boa higiene e evitar exposição ao sol.

 

 

 

Dra. Carolina Bezerra de Menezes Carvalho

Especialização em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial

CRO 5287

 

 

Comentários


Telefone 28 2101-2121

 

Endereço Rua Dr. Raulino de Oliveira, 67

Centro - Cachoeiro de Itapemirim - ES

CEP 29300-150

 

Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim

 

 

Mais informações?

Cadastre seu nome, cidade e e-mail nos campos abaixo e receba notícias sobre a Santa Casa

 

Copyright © 2017 Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro. Todos os direitos reservados.